05:59 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Distribuição russa de gás

    Em meio a escassez de energia, Paquistão negocia compra de GNL da Gazprom

    © Sputnik / Ilya Pitalev
    Mundo
    URL curta
    2111

    A companhia russa Gazprom está considerando a possibilidade de fornecer de 5 a 7 milhões de toneladas de gás natural liquefeito (GNL) anualmente para o Paquistão.

    O presidente da empresa, Aleksei Miller, recebeu ontem (21), em Moscou, uma delegação do Ministério da Energia paquistanês para discutir o potencial de uma futura cooperação entre os dois lados.

    Miller e o ministro do Petróleo do Paquistão, Shahid Khaqan Abbasi, também discutiram projetos conjuntos na exploração de hidrocarbonetos, segundo informou o serviço de imprensa da Gazprom na quarta-feira (20).

    De acordo com Abbasi, a demanda de seu país por GNL chegará a 15 milhões de toneladas por ano. Em 2015, a Gazprom proveu ao Paquistão 3,5 milhões de toneladas de GNL. Para fornecer 5 milhões de toneladas, a empresa russa vai assinar novos contratos para a aquisição de gás no mercado, ou seja, vai negociar operações não vinculadas a um determinado produtor ou usina de GNL.

    Em 2014, o Paquistão produziu 42 bilhões de metros cúbicos de gás natural. O volume total do gás produzido no país é consumido internamente, mas a demanda está aumentando e a oferta não é suficiente.

    Mais:

    Rússia fornece gás a cidade ucraniana congelada
    Bulgária pretende se tornar novo fornecedor de gás para Europa
    Rússia e Índia negociam exploração conjunta de petróleo e gás no Ártico
    Moscou: Aumento de demanda de gás na Europa sublinha importância de novo gasoduto
    Tags:
    GNL, Gás Natural Liquefeito, hidrocarbonetos, mercado, demanda, energia, petróleo, Gazprom, Shahid Khaqan Abbasi, Alexei Miller, Paquistão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar