15:06 09 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Defesa da Rússia (214)
    27673
    Nos siga no

    As Forças Nucleares Estratégicas russas acabam de ser equipadas com mais 10 bombardeiros estratégicos modernizados Tu-160, Tu-95 e Tu-22, enquanto a Força Naval passa a ter mais dois novos submarinos nucleares.

    As Forças Nucleares Estratégicas russas receberam 10 aviões militares Tu-160, Tu-95 e Tu-22, divulgou o comandante do Estado-Maior General das Forças Armadas da Rússia, general Valery Gerasimov nesta sexta-feira (22).

    "Nós acabamos de receber novos tipos de armamento, novos mísseis… Para a Marinha da Rússia recebemos dois novos cruzadores [submarinos] estratégicos de mísseis, o Aleksandr Nevsky e o Vladimir Monomakh. E de equipamentos para a Aviação Nuclear Estratégica recebemos 10 bombardeiros estratégicos modernizados Tu-160, Tu-95 e Tu-22", disse.

    Lembramos que, em Dezembro, o presidente russo, Vladimir Putin, apresentou a Estratégia revisada de Segurança Nacional, na qual se diz que a Rússia deve reforçar as suas forças nucleares.

    • Um bombardeiro estratégico Tu-160 da Força Aeroespacial russa
      Um bombardeiro estratégico Tu-160 da Força Aeroespacial russa
      © Sputnik / Vladimir Sergeev
    • Um Tu-95
      Um Tu-95
      © flickr.com / Defence Images
    • Um bombardeiro estratégico Tu-22, da Força Aeroespacial da Rússia, durante a operação na Síria
      Um bombardeiro estratégico Tu-22, da Força Aeroespacial da Rússia, durante a operação na Síria
      © Sputnik / Ministério da Defesa da Federação da Rússia
    • Submarino nuclear russa  Vladimir Monomakh
      Submarino nuclear russa Vladimir Monomakh
      © Foto / Escritório de construção Rubin
    • Submarino nuclear Alexander Nevsky.
      Submarino nuclear Alexander Nevsky.
      © Sputnik / Sergey Mamontov
    1 / 5
    © Sputnik / Vladimir Sergeev
    Um bombardeiro estratégico Tu-160 da Força Aeroespacial russa
    Segundo esta indicação do presidente, Gerasimov declarou que a manutenção e o reforço destas forças serão a prioridade de Forças Armadas da Rússia em 2016.

    Tema:
    Defesa da Rússia (214)
    Tags:
    defesa, armas nucleares, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar