01:36 19 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Balões com rostos de líderes dos países-membros do G7 perto da catedral de Frauenkirche, Dresde, em 27 de maio, dia da cúpula dos ministros das Finanças e chefes dos Bancos Centrais dos G7.

    Ocidente tenta achar via de a Rússia retornar ao G8

    © REUTERS/ Fabrizio Bensch
    Mundo
    URL curta
    6179206

    A Rússia e o Ocidente certamente vão achar a via de fazer com que a Rússia retorne ao grupo dos oito (G8), declarou o presidente da Conferência de Segurança de Munique, Wolfgang Ischinger.

    A respetiva declaração foi feita no âmbito do Fórum Econômico Mundial em Davos (Suíça), realizado entre 20 e 23 de janeiro. A Conferência será realizada na cidade de Munique (Alemanha) entre dias 12 e 14 de fevereiro. 

    “Tenho a certeza que a Rússia retornará ao G8”, disse Ischinger.

    Ele também sublinhou que as empresas alemãs querem levantar as sanções anti-russas imediatamente, não daqui a um ano, acrescentando que a exclusão da Rússia do G8 foi "uma má ideia."

    O grupo G7 atualmente existente é o clube das maiores economias do mundo. Era conhecido como G8 antes dos sete países mais industrializados se terem reunido em Bruxelas, em 2014, no auge da crise ucraniana, sem o presidente russo, Vladimir Putin.

    Vale lembrar que os empresários da Alemanha têm sublinhado muitas vezes os prejuízos sofridos pela economia do seu país devido às sanções contra a Rússia introduzidas em 2014.

    A Alemanha, entre outros países da União Europeia e dos EUA, introduziu sanções econômicas alegando a participação russa na crise ucraniana e a reunificação da Crimeia com a Rússia.

    Moscou respondeu às medidas restritivas proibindo a importação de uma série de produtos alimentares de países que impuseram sanções.

    Tags:
    sanções, política, G7, G8, Alemanha, União Europeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik