10:19 21 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Soldados turcos guardando posições em Akçakale, na fronteira com a Síria

    Turquia tenta impedir que curdos assumam controle de Jarablus

    © AFP 2019 / BULENT KILIC
    Mundo
    URL curta
    16028

    As Forças Armadas da Turquia iniciaram a preparação para operação de libertação do território estrategicamente importante do distrito de Jarablus, na província síria de Aleppo, até agora controlado por militantes do Daesh.

    Segundo a informação recebida pela Sputnik através de fontes na região, o exército turco deu ordem às unidades turcomenas que fazem parte do Exército Livre da Síria de impedir que Jarablus passe para o controle das forças de autodefesa curdas ligadas ao Partido da União Democrática (PYD, na sigla em curdo).

    As Forças Armadas da Turquia, que concentram tropas perto da fronteira com a Síria, ontem (19) de tarde enviaram à região meios de desativação das minas e foguetes instaladas pelos militantes do Daesh em Jarablus. Neste momento, os veículos especiais estão esperando pela permissão de atravessar a fronteira turco-síria, na área do posto fronteiriço de Karkamis.

    O grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e reconhecido como terrorista pelo Brasil) autoproclamou-se "califado mundial" em 29 de junho de 2014, tornando-se imediatamente uma ameaça explícita à comunidade internacional e sendo reconhecido como a ameaça principal por vários países e organismos internacionais. Porém, o grupo terrorista tem suas origens ainda em 1999, quando um jihadista de tendência salafita, o jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, fundou o grupo Jamaat al-Tawhid wal-Jihad. Depois da invasão norte-americana no Iraque em 2003, esta organização começou a fortalecer-se, até transformar-se, em 2006, no Estado Islâmico do Iraque. A ameaça representada por esta entidade foi reconhecida pelos serviços secretos dos EUA ainda naquela altura, mas reconhecida secretamente, e nada foi feito para contê-la. Como resultado, surgiu em 2013 o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que agora abrange territórios no Iraque e na Síria, mantendo a instabilidade e fomentando conflitos.

    Não há uma frente unida de combate contra o Daesh: contra o grupo lutam forças governamentais da Síria (com apoio da aviação russa) e do Iraque, a coalizão internacional liderada pelos EUA (limitando-se a ataques aéreos), assim como milícias xiitas libanesas e iraquianas. Uma das forças mais eficazes que combatem o Daesh são as milícias curdas, tanto no Curdistão iraquiano, como no Curdistão sírio.

    Tags:
    operação, exército, Exército Livre da Síria, Daesh, Jarablus, Aleppo, Curdistão sírio, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar