10:14 19 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    140
    Nos siga no

    O Tribunal de Apelações do Egito rejeitou o recurso do ex-presidente Hosni Mubarak e de seus filhos referente à acusação de corrupção e manteve a sentença anterior de três anos de prisão e uma multa de mais de 125 milhões de libras egípcias (mais de 15,5 milhões dólares)

    A respetiva informação foi divulgada neste sábado o portal de notícias Al Ahram.

    Este é o segundo recurso dos réus neste processo.

    A decisão do Tribunal é definitiva e não pode ser objeto de mais recursos.

    Em maio do ano passado, o Tribunal Penal do Egito condenou Mubarak e seus filhos a três anos de prisão por crime de corrupção.

    Segundo a acusação, Mubarak e seus dois filhos se apropriaram de 125 milhões de libras egípcias de fundos públicos para a reparação e restauração dos palácios presidenciais. O dinheiro foi usado para construir ou reformar casas particulares e escritórios de familiares de Mubarak.

    Mais:

    Decisão sobre pena de morte de ex-presidente do Egito é adiada
    Tags:
    pena, tribunal, Hosni Mubarak, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar