13:58 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    3218
    Nos siga no

    A Turquia reposicionou algumas de suas forças ilegalmente implantadas no norte do Iraque, segundo confirmou o porta-voz da Operação “Solução Inerente”, missão dos EUA que apoia as forças iraquianas e os peshmerga curdos na luta contra o Daesh, também conhecido como Estado Islâmico.

    "Vimos alguns reposicionamentos", declarou o coronel Steven Warren em briefing nesta terça-feira (22). "Mais uma vez, eu não vou realmente entrar em detalhes sobre isso", acrescentou o porta-voz da missão norte-americana.

    Em 4 de dezembro, a Turquia enviou tropas e veículos blindados para o acampamento de Bashiqa, perto da cidade de Mosul, no norte do Iraque, sem a permissão de Bagdá.

    Ancara afirma que a medida foi tomada para proteger os funcionários turcos que estão treinando as milícias locais no Iraque no contexto da luta contra o Daesh, grupo terrorista ilegal em muitos países, incluindo a Rússia.

    O caso gerou tensões entre Bagdá e Ancara. O Iraque apresentou oficialmente uma queixa junto ao Conselho de Segurança da ONU, pedindo às Nações Unidas a garantia de uma retirada imediata das forças turcas do país.

    No sábado (19), o Ministério das Relações Exteriores da Turquia anunciou que Ancara iria continuar a retirada de suas tropas da base de Bashiqa.

    Mais:

    Turquia ‘prova’ necessidade de presença militar no Iraque
    Iraque confirma que 10 soldados morreram em ataques aéreos dos EUA
    Chefe do Pentágono faz visita surpresa ao Iraque
    Tags:
    invasão, tropas turcas, blindados, tropas, forças armadas, peshmerga, coalizão, Operação Solução Inerente, Conselho de Segurança da ONU, Estado Islâmico, Daesh, Steven Warren, Rússia, Ancara, Bagdá, Turquia, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar