12:44 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Petróleo

    Mercado petrolífero continua volátil, desta vez Brent está em alta

    © AP Photo / Hasan Jamali
    Mundo
    URL curta
    763

    Os preços mundiais do crude mostram uma dinâmica positiva nesta terça-feira (22) o que é especialmente marcante tendo em conta a queda recorde na segunda-feira.

    Na manhã de hoje, o preço de barril Brent (marca de petróleo originário do mar do Norte) atingiu US$ 36,56.

    Não obstante a ligeira subida, os preços de petróleo continuam nos níveis mais baixos em 11 anos e os especialistas opinam que é pouco provável que caiam ainda mais.

    Os contratos de futuro para fevereiro subiram 0,92%, para 36,56 dólares por barril, enquanto a marca WTI aumentou 0,68% — para 35,05 dólares por barril.

    Enquanto isso, nos leilões da segunda-feira, o preço da marca Brent estabeleceu um novo mínimo desde julho de 2004: 36,2 dólares por barril.

    Apesar da correção insignificativa da terça-feira (22) os preços continuam baixos e mantém-se a pressão no mercado, devida a vários fatores, o principal dos quais é a decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) de 4 de dezembro. A decisão fixou as cotas de exploração do petróleo, apesar dos preços baixos e do excesso de matéria-prima no mercado.

    Além disso, a dinâmica negativa também é provocada pelos dados revelados no relatório da Agência Internacional de Energia (AIE), de acordo com o qual é esperado um aumento da demanda em 2015 (1,8 milhões de barris de petróleo por dia) e em 2016 (1,2 milhões de barris diários).

    Segundo o relatório do mercado de petróleo da Agência Internacional de Energia (AIE), a oferta média no terceiro trimestre de 2015 foi 2% menor do que a demanda, o que afetou de forma negativa as cotações. Ao mesmo tempo, de acordo com a previsão feita pela AIE, a demanda média diária de petróleo em 2016 será 1% mais alta do que em 2015, o que pode pôr fim â queda dos preços.

    Enquanto isso, a agência ainda não divulga previsões da oferta para o ano 2016.

    "Os preços eram muito baixos durante longo tempo, por isso é lógico supor que estamos em algum lugar perto do nível mais baixo e que os preços têm pouco espaço para cair mais ", declarou Gao Jian, especialista em setor de petróleo e gás da SCI Internacional, ao jornal norte-americano The Wall Street Journal.

    Cabe mencionar que os preços de exportação da maior parte dos tipos do petróleo no mundo dependem diretamente ou indiretamente dos preços das marcas WTI e Brent. No entanto, a WTI norte-americana constitui menos de 1% da produção mundial, mas, mesmo assim, o seu preço é aplicado a dois terços de todos os contratos de futuro petrolíferos no mundo.

    Mais:

    Rússia testa sistema de vendas de petróleo em rublos
    EUA: Daesh ganhou $500 milhões com o comércio ilegal de petróleo
    Tags:
    economia mundial, preço, previsão, petróleo, WTI, Brent, OPEP
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar