08:43 21 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Caça F-15E Strike Eagle da Força Aérea americana

    Parlamentar denuncia morte de soldados iraquianos após ataque aéreo dos EUA

    © REUTERS/ U.S. Air Force/Senior Airman Matthew Bruch/Handout
    Mundo
    URL curta
    33622

    Um parlamentar iraquiano informou que pelo menos 30 soldados do exército do Iraque morreram na sequência de um ataque da Força Aérea dos EUA e pelo menos mais 20 foram feridos.

    “30 soldados iraquianos da 55ª brigada do exército do iraque morreram e mais 20 foram feridos na sequência do ataque aéreo da aviação americana contar a cidade de al-Naimiyana província de Falluja”, diz-se em um comunicado de Hakim al-Zamili, chefe do comitê de segurança e defesa do parlamento iraquiano, a que a Sputnik teve acesso.  

    O número de vítimas mortais pode crescer devido ao grande número de feridos, disse o parlamentar à Sputnik.

    Al-Zamili manifestou ter exigido “que o premiê inicie uma investigação inadiável do ataque aéreo contra a 55ª brigada que anteriormente teve muito sucesso na luta contra o Daesh [também conhecido como ‘Estado Islâmico’] nesta área”.

    “Iremos processá-los [os americanos] por este crime, haverá processo penal”, disse.

    A organização terrorista Daesh (proibida na Rússia e reconhecida como terrorista pelo Brasil) autoproclamou-se "califado mundial" em 29 de junho de 2014, tornando-se imediatamente uma ameaça explícita à comunidade internacional e sendo reconhecida como a ameaça principal por vários países e organismos internacionais. Porém, o grupo terrorista tem suas origens ainda em 1999, quando o jihadista da tendência salafita jordaniano Abu Musab al-Zarqawi fundou o grupo Jamaat al-Tawhid wal-Jihad. Depois da invasão norte-americana no Iraque em 2003, esta organização começou a fortalecer-se, até transformar-se, em 2006, no Estado Islâmico do Iraque. A ameaça representada por esta entidade foi reconhecida pelos serviços secretos dos EUA ainda naquela altura, mas reconhecida secretamente, e nada foi feito para contê-la. Como resultado, surgiu em 2013 o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que agora abrange territórios no Iraque e na Síria, mantendo a instabilidade e fomentando conflitos.

    Tags:
    Força Aérea, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik