10:16 16 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Dia da Bandeira na Rússia

    Sem dúvidas: Rússia ultrapassa EUA em todos os aspectos

    © Sputnik/ Aleksandr Kryazhev
    Mundo
    URL curta
    9712113738

    Segundo o artigo recém-publicado do site analítico What They Say About USA (O que dizem sobre os EUA), a Rússia está vencendo os EUA em todos os aspectos da agenda internacional.

    Questões militares

    O comércio de armas russo é duas vezes maior do que o norte-americano, indica o artigo. Os desenvolvimentos militares russos são também superiores, sendo mesmo ridículo compará-los com os norte-americanos.

    O artigo divulgou também que, hoje em dia, a maioria dos especialistas militares norte-americanos admite que as tropas dos EUA não desempenhem o papel crucial não só na Europa, mas em qualquer confrontação com a Rússia. 

    Já é visível que as capacidades conjuntas da Marinha russa e chinesa põem fim à hegemonia de porta-helicópteros dos EUA.

    Questões econômicas

    É geralmente sabido que Moscou tem vindo a assinar acordos em diferentes áreas de cooperação com a Índia e a China. A Rússia suporta a França e está esperando pelo iminente colapso do dólar norte-americano e da União Europeia, provocado por uma política que permitiu ao terrorismo florescer no continente europeu. 

    O famoso blogueiro francês Philippe Grasset opina que a supremacia norte-americana está rapidamente perdendo o seu peso. A política atual dos EUA prevê só tentativas de fazer passar acordos comerciais em segredo, sublinha o artigo.

    Questões geopolíticas

    De acordo com vários analistas, o declínio da influência dos EUA está perto, mas ainda não há uma opinião consensual dos especialistas em relação ao que está acontecendo. 

    Especialistas em inteligência e política como o coronel norte-americano McGregor, o general Flynn e o rabino Zakheim sublinham o papel que a Rússia desempenha na guerra síria, bem como a estratégia geopolítica do presidente russo, Vladimir Putin. Esta última, segundo eles, parte da ideia que a Rússia (e não os EUA) é o centro do mundo.

    De acordo com eles, a Rússia é uma “Ilha Mundo” se vermos o mundo do ponto da vista da Teoria do Heartland (terra central), que implica o conceito de que “aquele que controla o Heartland domina a Ilha Mundo,” quer dizer, aquele que controla o centro do planeta controla todo o planeta.

    Tem mais questões?

    As aeronaves das Forças Aeroespaciais russas atacam as posições do Daesh na Síria
    © Foto: Ministério da Defesa da Federação Russa
    Avaliando o estado atual da política dos EUA, os analistas sublinham que esta última lhes lembra a antiga Arte da Guerra escrita pelo famoso estrategista chinês Sun Tzu: ou o atacante era repelido e a sua retirada permitida, ou atacaria desesperadamente.  

    Só o tempo mostrará se o Pentágono, que, segundo o artigo, já por 20 anos tem uma fraca liderança, irá cometer o irreparável: recusar-se juntar à coalizão contra o monstro admitido – o grupo terrorista Daesh –, contra o qual a Rússia já está lutando por um tempo.


    O conceito geopolítico de Heartland foi criado em 1905 pelo geógrafo e professor britânico da Universidade de Oxford Halford John Mackinder. É nele que se baseia a geopolítica e geoestratégica tradicional ocidental.

    A ideia é que existe um Heartland, que se localiza no centro da Eurásia, com muitos recursos naturais.

    Existe também a Ilha Mundo, composta pelos três continentes: Europa, Ásia e África. Baseando-se nestes dois conceitos, o cientista escreveu:

    “Aquele que domina o Leste Europeu domina o Heartland;
    Aquele que domina o Heartland domina a Ilha Mundo;
    Aquele que domina a Ilha Mundo, domina todo o mundo”.

    Tags:
    geopolítica, opinião, analista, política, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik