14:19 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Um homem passa perto da cartaz com inscrições Rússia e Sérvia, 17 de outubro de 2014

    Rússia e Sérvia se aproximam como nunca

    © AP Photo / Darko Vojinovic
    Mundo
    URL curta
    7681
    Nos siga no

    De acordo com uma pesquisa de opinião pública realizada recentemente pela agência sérvia Faktor Plus, os cidadãos da Sérvia consideram a Rússia como seu aliado político, e têm relação muito cética em relação à UE e EUA.

    O ex-vice-premiê sérvio e líder do Partido Popular Sérvio Nenad Popovic declarou, em entrevista à Sputnik, que não está surpreendido com o resultado. O político sublinhou que os cidadãos sérvios sabem que a Rússia sempre apoiava a Sérvia nos tempos difíceis, e é a razão para tal resultado da pesquisa.

    “A Rússia entrou na Primeira Guerra Mundial por causa da Sérvia, durante a Segunda Guerra Mundial os sérvios e russos lutaram juntos contra o fascismo, o Exército Vermelho libertou Belgrado”, disse Popovic. 

    O político sérvio também se lembrou dos tempos da República Socialista Federativa da Iugoslávia, quando a Rússia prestava apoio sério econômico:

    “Eles nos apoiaram também nas guerras dos anos 1990, e foram conosco durante bombardeios da OTAN. E agora a Rússia oferece o maior apoio à Sérvia para proteger os interesses estatais e nacionais muito importantes, preveniu a tomada da resolução britânica sobre Srebrenica, que considerava os sérvios como um povo genocida, e ajudou a prevenir a entrada do Kosovo à UNESCO”.

    Os resultados da pesquisa mostraram que a maior contribuição no fortalecimento das relações russo-sérvias é a do premiê da Sérvia, Aleksandar Vucic. Na lista feita pela Faktor Plus, ele é seguido pelo presidente sérvio, Tomislav Nikolic, o chanceler Ivica Dacic e o próprio Nenad Popovic.

    Depois de publicação da lista Popovic agradeceu cidadãos pelo apoio e sublinhou a necessidade de introduzir na Sérvia a política bem-equilibrada:

    “Mesmo ficando na oposição, critico o governo e o premiê por muitas questões, mas na da política equilibrada sou solidário com eles. Esta é a política corajosa e a única certa para a Sérvia”.

    O entrevistado fundamenta a sua opinião na ausência da necessidade de tomar decisões. E a razão para isso é o fato de que os sérvios já as tomaram – “estão a favor de boas relações com todos, inclusive o Ocidente e a Rússia”.

    Popovic disse que está convencido de que a política destes beneficiará a Sérvia, especialmente o desenvolvimento econômico, porque o potencial de cooperação econômica com a Rússia é muito alto.

    Presidente russo Vladimir Putin participou do Clube de Valdai de Discussões Internacionais, 22 de outubro de 2015
    © Sputnik / Aleksei Drujinin
    Segundo o político sérvio, após a chegada de Vladimir Putin ao poder na Rússia o país se tornou um símbolo de um grande Estado, com a economia excepcional e potencial alto. Este é especialmente notado no Ocidente e por que eles veem o mercado russo como uma prioridade. Recentemente a China também partilha desta opinião, disse.

    Popovic sublinhou que a sua partida para a Rússia (onde tem um negócio) na época em que muitos deixaram o país saindo para o Ocidente provocou grande surpresa. Mas agora a situação mudou e a maioria dos estrangeiros que trabalham na Rússia chegou dos EUA e dos Estados-membros da União Europeia, opinou.

    Tags:
    entrevista, Sérvia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar