20:31 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    42319
    Nos siga no

    O secretário-geral da OTAN Jens Stoltenberg, junto com os representantes permanentes dos países-membros da OTAN, irá estudar as perspectivas de voltar a reunir o Conselho Rússia-OTAN, disse ele a jornalistas.

    A OTAN decidiu reunir o Conselho Rússia-OTAN de novo para “restaurar a cooperação com a Federação da Rússia”, sublinhou Stoltenberg.

    “Tomamos a decisão de analisar como usar o Conselho Rússia-OTAN para a restauração da cooperação com a Federação da Rússia. Iremos estudar esta questão e definir o tempo e a data da nova reunião”, disse.

    “Quero sublinhar que, apesar de a OTAN ter congelado a cooperação prática com a Rússia” após a reunificação da Crimeia com a Rússia em 2014, “nós decidimos manter abertos os contatos políticos com a Rússia”, frisou o secretário-geral.

    Na prática houve uma série de encontros do Conselho em 2014, segundo Stoltenberg.

    Anteriormente, o ministro do Exterior da Alemanha Frank-Walter Steinmeier apelou a reiniciar os contatos da OTAN com a Rússia.

    Entretanto o porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov afirmou que não tem conhecimento sobre a possibilidade de reunião do Conselho Rússia-OTAN. 

    “Não ouvi esta declaração [de Jens Stoltenberg sobre a possível reunião do Conselho] e não tenho nenhuma informação sobre quaisquer avanços”, disse.

    Ao mesmo tempo, o ministro do Exterior russo Sergei Lavrov disse em uma coletiva de imprensa, após encontro com o seu homólogo cipriota Ioannis Kasoulidis, que Moscou está pronta para a reunião do Conselho porque há muitas perguntas a fazer à Aliança e que a Rússia nunca desistiu de trabalho neste formato.

    Segundo Lavrov, pretende-se reunir o Conselho Rússia-OTAN no nível de representantes permanentes.

    Tags:
    cooperação, Conselho Rússia-OTAN, OTAN, Jens Stoltenberg, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar