09:51 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    42782
    Nos siga no

    O presidente da Síria, Bashar al-Assad, disse durante encontro com Ali Akbar Velayati, conselheiro do Líder Supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, que os países hostis ao seu governo aumentaram o envio de armas e a ajuda financeira aos grupos extremistas por conta do sucesso do exército sírio, apoiado por Rússia e Irã.

    "O sucesso do exército sírio na luta contra o terrorismo, com o apoio de amigos, especialmente Rússia e Irã, levou alguns países hostis à Síria a escalar a situação e aumentar o financiamento e o fornecimento de armas aos militantes", disse o presidente, citado pela agência de notícias SANA. 

    Assad destacou que a Síria e seus parceiros continuarão combatendo vigorosamente todas as formas de terrorismo, uma vez que estão convencidos de que a destruição desses grupos extremistas representa um passo fundamental para se alcançar a estabilidade regional e mundial, abrindo as portas para uma solução política para a crise síria. 

    Velayati, por sua vez, elogiou a resistência da população síria e prometeu que o Irã continuará apoiando o governo sírio nesses confrontos. 

    Em conflito contra diferentes grupos opositores e terroristas desde 2011, Damasco vem acusando insistentemente a Turquia e alguns países do Golfo de financiar militantes do Estado Islâmico.

    Mais:

    Conselheiro de Khamenei: 'O Irã tem a obrigação de ficar ao lado da Síria'
    Cameron pedirá à RAF para matar líderes do EI na Síria
    Especialista militar sírio: Rússia intensificará ações na Síria em resposta à Turquia
    Tags:
    terrorismo, SANA, Estado Islâmico, Rússia, Irã, Golfo Pérsico, Damasco, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar