21:09 27 Junho 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan

    Sanções russas representam duro golpe para economia turca

    © REUTERS/ Umit Bektas
    Mundo
    URL curta
    7110055821

    Tensões políticas entre países são tradicionalmente seguidas pelo enfraquecimento e, às vezes, rompimentos dos laços econômicos. Por isso, a adoção de sanções contra Ancara, por Moscou, não foi uma grande surpresa, como acredita o especialista em economia Sergei Khestanov.

    "A decisão de impor sanções contra a Rússia foi lógica e previsível para os países que tinham tensões políticas (com a Rússia). Essa é a realidade das relações internacionais", disse Khestanov à Rossyiskaya Gazeta.

    A Rússia é a segunda maior parceira comercial da Turquia, atrás apenas da Alemanha, enquanto as trocas turcas representam apenas 4% de todo o comércio exterior russo. Apesar do fato de que as exportações russas para esse país superam as importações (US$ 15 bilhões contra US$ 3 bilhões), a Turquia vende para o mercado russo uma grande variedade de produtos, desde frutas e legumes a máquinas e peças de engenharia. 

    Além disso, de acordo com a agência russa de turismo, os gastos dos turistas russos na Turquia são estimados em cerca de US$ 10 bilhões anualmente, enquanto os turcos também faturam alto com transporte comercial, transferências financeiras e transações no setor de construção na Rússia. Nos últimos oito anos, a Turquia investiu US$ 1,3 bilhão na Rússia, sendo US$ 120 milhões apenas no início de 2015. 

    No entanto, com as sanções adotadas por Moscou, Ancara está a ponto de perder uma parte significativa desse negócio.

    "As restrições à contratação de cidadãos turcos pelas empresas russas darão uma chance de emprego a trabalhadores da Bielorrússia, Armênia, Cazaquistão e Quirguistão", por exemplo, afirmou Sergei Khestanov, comentando uma das medidas que fazem parte do pacote de restrições econômicas anunciado por Moscou. 

    Segundo o analista Aleksandr Shirov, da Academia de Ciências da Rússia, as sanções russas poderão levar a Turquia a perder entre US$ 2,5 a US$ 3 bilhões, o que representa aproximadamente 1% do seu Produto Interno Bruto (PIB). 

    Mais:

    Presidente da Turquia pede desculpa à Rússia 4 dias após o acidente
    Rússia tinha razão: ‘Turquia recebe petróleo do Estado Islâmico’
    Ações da Turquia contradizem recomendação da OTAN
    Tags:
    sanções, Rossyiskaya Gazeta, Academia de Ciências da Rússia, Sergei Khestanov, Alexander Shirov, Bielorrússia, Quirguistão, Ancara, Armênia, Cazaquistão, Turquia, Alemanha, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik