13:40 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Agentes das forças especiais da polícia belga realizam um raide em busca de suspeitos nos subúrbios de Bruxelas, 16 de novembro de 2015

    Polícia belga sai à caça de pelo menos dois suspeitos portando explosivos

    © REUTERS/ Yves Herman
    Mundo
    URL curta
    Capital francesa sofre pior atentado da história (68)
    241

    A polícia belga está atrás de pelo menos dois extremistas suspeitos; um deles pode estar portando explosivos, informa a imprensa local neste sábado.

    Segundo o diário Le Soir, os explosivos são do mesmo tipo usado nos ataques em Paris, no dia 13 de novembro.

    O primeiro-ministro belga, Charles Michel, afirmou que as autoridades do país receberam informações sobre a possibilidade de ataques múltiplos em Bruxelas — de forma semelhante ao que aconteceu em Paris.

    Mais cedo, também neste sábado, as autoridades elevaram o nível de risco terrorista em Bruxelas para 4 — o maior possível.

    Na noite de sexta-feira, 13 de novembro, integrantes do Estado Islâmico abriram fogo em um restaurante; detonaram três bombas perto do Stade de France, onde França e Alemanha disputavam uma partida amistosa de futebol; e tomaram reféns na casa de shows Bataclan. Pelo menos 130 pessoas morreram.

    Os atos foram cometidos por vários terroristas, e pelo menos quatro deles supostamente residem na Bélgica.

    Após os ataques à capital francesa, a polícia belga realizou uma série de operações antiterroristas e efetuou várias prisões em Molenbeek, distrito de Bruxelas.

    Tema:
    Capital francesa sofre pior atentado da história (68)

    Mais:

    Explosão atinge usina nuclear na Bélgica
    Polícia belga encontra munições e explosivos em casa de suspeitos
    Ministro belga: missão militar contra EI na Síria é impossível sem a Rússia
    Estado Islâmico ameaça realizar atentados terroristas em escolas e hospitais belgas
    Tags:
    atentados, explosivos, suspeitos, terrorismo, caça, polícia, Estado Islâmico, Charles Michels, Paris, Bruxelas, Bélgica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik