18:10 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    2281
    Nos siga no

    A União Europeia deve suspender as sanções antirrussas até o final de 2016. Pelo menos, é o que acredita o presidente da Comissão de Relações Exteriores da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo), Aleksei Pushkov.

    "As sanções, na minha opinião, agora estão se tornando um fenômeno residual dos dois anos de confronto entre a gente e a UE, que foi desecadeado pela crise ucraniana", disse Pushkov em entrevista ao canal de TV Rossiya-24.

    De acordo com o parlamentar, a Ucrânia costumava ser o principal assunto da agenda internacional. Mas, hoje em dia, a luta contra os terroristas do Estado Islâmico se tornou mais importante, chamando atenção para a necessidade de cooperação entre o Ocidente e a Rússia. 

    "Na minha visão, o ano de 2016 tem todas as chances de se tornar o último ano de sanções", afirmou.

    Mais:

    ‘É bárbaro prolongar sanções contra Rússia após ataques terroristas’
    Políticos italianos vão à Rússia discutir terrorismo e fim das sanções
    Parlamento russo propõe sanções da ONU contra países que apoiam terrorismo
    Rússia se recusa a barganhar com EUA e UE por fim de sanções
    Tags:
    Rússia, Ucrânia, Europa, Ocidente, Aleksei Pushkov, Estado Islâmico, União Europeia, Duma de Estado, Rossiya-24, sanções, terrorismo, terroristas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar