14:43 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Queda do A321 russo no Egito (60)
    517
    Nos siga no

    O Estado Islâmico publicou uma foto da lata do refrigerante Schweppes Gold e do suposto detonador que teria sido usado na explosão do avião russo A321.

    A foto do dispositivo explosivo improvisado que os cúmplices dos militantes teriam trazido a bordo do avião russo A321 que caiu no Egito apareceu na revista on-line do Estado Islâmico (EI), grupo terrorista proibido na Rússia, comunicam a Reuters e Associated Press.

    A foto mostra uma lata do refrigerante Schweppes Gold e o suposto detonador. Segundo a Associated Press, os terroristas trouxeram a bomba no avião ao notar uma porta aberta no sistema de segurança do aeroporto de Sharm el-Sheikh.

    Além disso, de acordo com a Reuters, os terroristas afirmam que de início planejavam fazer explodir um avião de um país ocidental sobre o Sinai mas alteraram os planos depois de a Rússia iniciar o bombardeio aéreo contra as posições do EI na Síria.

    A maior catástrofe aérea na história da aviação russa e soviética ocorreu em 31 de outubro: o avião A321 da companhia aérea Kogalymavia que efetuou o voo Sharm el-Sheikh – São Petersburgo caiu na Sinai. No acidente morreram 217 passageiros e sete membros da tripulação. Na terça-feira (17) o chefe do Serviço Federal de Segurança russa (FSB), Aleksandr Bortnikov, concluiu que a razão da queda foi o atentado terrorista. 

    Tema:
    Queda do A321 russo no Egito (60)

    Mais:

    Lavrov: morte de russos a bordo do A321 é equivalente a ataque ao país
    Anonymous promete encontrar culpados pela queda do A321 no Egito
    Tags:
    explosivo, atentado, Estado Islâmico, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar