15:08 21 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiro estratégico Tupolev 160.

    Rússia pode ter usado na Síria míssil nunca antes mostrado (VÍDEO)

    © Foto : Ministry of Defence of the Russian Federation
    Mundo
    URL curta
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    43602

    Relatos da imprensa russa revelam que mísseis de cruzeiro nunca antes mostrados publicamente pela Rússia foram flagrados nas suas primeiras missões a partir de bombardeiros estratégicos do país na Síria. Acredita-se que o foguete seja do modelo Raduga KH-101, de longo alcance.

    O míssil, até recentemente em estágio de desenvolvimento, já estaria em serviço na Força Aérea russa. Não está claro se a aviação estratégica da Rússia lançou os foguetes contra alvos do Estado Islâmico na terça-feira (17).

    “Por um lado, isso seria um ato de intimidação, por outro, testaria novas armas. Uma coisa é testar o lançamento de um ou dois mísseis, outra é realmente usá-lo em combate”, disse o especialista em defesa Konstantin Sivkov à RIA Novosti.

    O perito acredita que a Rússia testará outros armamentos de ponta durante a sua campanha contra o terrorismo na Síria. O analista acrescentou que o Kh-101 poderia ser lançado a partir do território russo e atingir alvos na Síria, mas sistemas de lançamento terrestres para o novo míssil ainda não foram desenvolvidos.

    Equipado com uma carga convencional, o Kh-101 tem um alcance máximo de 5.500 quilômetros (mais de 3400 milhas) e é capaz de viajar a uma velocidade máxima de 972 km/h. Sua precisão é de em torno de cinco a seis metros.

    O míssil de cruzeiro provavelmente equipará os bombardeiros estratégicos Tupolev Tu-160 (Blackjack) e os Tupolev Tu-95. Pela primeira vez na história, estes modelos teriam participado de uma batalha real na terça-feira. O Ministério da Defesa da Rússia divulgou um vídeo posteriormente mostrando os aviões em ação na Síria.

    O Kh-101 é um provável substituto do Kh-55, desenvolvido para fornecer capacidade de ataque terrestre convencional. Uma variação, conhecido como o Kh-102, leva uma ogiva nuclear. No início de outubro, a Rússia ganhou as manchetes depois de sua frota do Mar Cáspio lançar 26 mísseis de cruzeiro Kalibr e acertar todos os alvos do Estado Islâmico previstos.

     

    Tema:
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    Tags:
    primeira vez, míssil, bombardeiro estratégico, Kh-55, Kh-102, Kh-101, Tu-95, Tu-160, Tupolev, Ministério da Defesa, Força Aérea, Estado Islâmico, Már Cáspio, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar