10:10 23 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Pessoas descarregando avião russo EMERCOM com ajuda humanitária que chegou ao aeroporto de Latakis na Síria

    ONU elogia contribuição russa ao trabalho humanitário global

    © Sputnik/ Andrey Stenin
    Mundo
    URL curta
    4170

    O chefe do Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA na sigla em inglês) Stephen O'Brien disse que a Rússia desempenha um papel vital e estratégico como um Estado membro deste organismo, empenhada ativamente nos esforços humanitários globais e multilaterais.

    O chefe do Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) Stephen O'Brien neste sábado (7) demonstrou grande apreço pelo papel que a Rússia desempenha no que tange aos esforços humanitários globais, bem como à sua experiência para situações de emergência.

    Na sexta-feira (6), O'Brien chegou a Moscou em sua primeira visita oficial para fortalecer os laços entre o governo russo e a OCHA. Durante uma visita de dois dias, O'Brien reuniu-se com altos funcionários do país, incluindo o ministro do Exterior, Sergei Lavrov, e o ministro de Emergências, Vladimir Puchkov.

    "A Rússia desempenha um papel vital e estratégico como um Estado membro [do OCHA] ativamente envolvido nos esforços humanitários globais e multilaterais, bem como um fornecedor de considerável experiência [para situações] de emergência, de ativos e de suprimentos de emergência, e como um doador generoso para fundos humanitários", disse  O'Brien em comunicado.

    O'Brien também agradeceu a Rússia pela ajuda humanitária aos povos da Ucrânia, Síria e Iêmen.

    Ele também acrescentou que o OCHA e Moscou concordaram em coordenar planejamentos de ajuda para assegurar uma entrega mais eficaz de ajuda e proteção para as pessoas mais vulneráveis.

    A Rússia participa ativamente de operações humanitárias em todo o mundo. De acordo com Puchkov, o Ministério de Emergências da Rússia forneceu cerca de 474.000 toneladas de ajuda humanitária para diferentes países e resgatou mais de 1,5 milhões de pessoas ao longo dos últimos 25 anos.

    Mais:

    Navios russos entregam ajuda humanitária à Síria
    Ucrânia fecha espaço aéreo para ajuda humanitária russa à Síria
    Rússia estudará rotas alternativas para enviar ajuda humanitária à Síria
    Irã abre corredor aéreo para ajuda humanitária da Rússia aos sírios
    Tags:
    cooperação humanitária, crise humanitária, ajuda humanitária, Guerra Civil Síria, ONU, OCHA, Stephen O'Brien, Sergei Lavrov, Vladimir Puchkov, Iêmen, Ucrânia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik