01:12 21 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Fronteira entre a Rússia e a Noruega, Kirkenes

    Noruega não fechará fronteira com Rússia

    © flickr.com / ser_is_snarkish
    Mundo
    URL curta
    4121

    A primeira-ministra norueguesa disse que fechar a fronteira com a Rússia não pode ser a resolução da crise dos refugiados.

    A primeira-ministra norueguesa Erna Solberg não considera que o fechamento da fronteira com a Rússia pare o fluxo de migrantes afegãos.

    O fluxo de migrantes asiáticos através do território da Rússia cresceu 10 vezes desde o verão, de acordo com as estimativas oficiais que significa que aproximadamente 200 pessoas passam para a comunidade Sor-Varanger na Noruega todos os dias.

    Estes índices geraram preocupações das autoridades locais. Alguns políticos do Partido de Progresso de direita apelaram a Solberg para fechar a fronteira com a Rússia avisando que a área fronteiriça em breve se tornará uma “Lampedusa Ártica”.

    “Fechar a fronteira de imediato não é a solução do problema quando as pessoas têm de passar todo este caminho em condições de frio”, disse a primeira-ministra durante o debate televisivo transmitido pelo canal NRK1 na quinta-feira (5).

    Segundo as avaliações da polícia norueguesa, até 65 mil pessoas podem chegar para o país até o fim deste ano.

    A Europa está tomando um leque de medidas diversas para tratar do problema dos refugiados do Oriente Médio, Ásia e Norte de África. A maioria deles tem viajado através do mar Mediterrâneo e a parte ocidental dos Bálcãs levando à crise da ilha pequena italiana de Lampedusa.

    Tags:
    crise, refugiados, Noruega, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik