02:31 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    428
    Nos siga no

    A Procuradoria de Milão informou nesta terça-feira (3) que o jihadistas podem ter obtido irregularmente um sistema de espionagem eletrônica italiano. Segundo autoridades do país europeu, dois ex-funcionários da Hacking Team, Moustapha Maana e Guido Landi, teriam vendido o programa para uma companhia saudita.

    Um ataque cibernético no dia 1º de julho motivou a abertura da investigação. Segundo a procuradoria, a ação envolveu a Hacking Team, que fornece softwares de espionagem para empresas e governos e onde trabalhavam os dois suspeitos. Eles, posteriormente, criaram a Torino Mala, onde agentes italianos fizeram uma operação e encontraram um pagamento de quase € 300 mil feito pela companhia Saudi Technology Development.

    Maana e Landi teriam traído a Hacking Team ao vender os programas sigilosos, segundo a Procuradoria de Milão. Outros ex-funcionários da empresa também estão sendo investigados pelas autoridades italianas.

    Tags:
    spyware, programa, sistema, jihadistas, compra, pagamento, venda, espionagem, Torino Mala, Saudi Technology Development, Hacking Team, Procuradoria de Milão, Milão, Itália, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar