04:08 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Representante permanente da Rússia na OTAN, Alexander Glushko

    Planejamento militar da OTAN demonstra a adoção de uma política de contenção da Rússia

    © Sputnik / Grigoriy Sisoev
    Mundo
    URL curta
    11177

    O planejamento militar da OTAN demonstra que a aliança deixou a política de parceria para trás e adotou uma política de contenção da Rússia, afirmou nesta segunda-feira o representante permanente russo na organização, Aleksandr Grushko.

    "Eu entendo que o objetivo principal hoje em dia é, apesar de tudo, o processo de planejamento militar. Isso, de modo óbvio, demonstra que a OTAN, não só de politicamente, mas militarmente também, está deixando a política de parceria em nome de uma política de contenção da Rússia", disse Grushko em uma entrevista para a emissora de TV Rossiya 24.

    Ele também destacou que o tema das relações da OTAN com Moscou será um dos pontos principais da agenda durante a próxima cúpula da aliança em Varsóvia.

    "Hoje a OTAN já está preparando a cúpula de Varsóvia, que será realizada em julho. E o tema referente às relações com a Rússia, de como a OTAN se posicionará em relação ao nosso país, será um dos pontos centrais", afirmou Grushko.

    Mais:

    OTAN tenta criar nova "cortina de ferro" e se dirige para confronto com a Rússia
    Putin: Rússia está preocupada com avanço da OTAN sobre suas fronteiras
    OTAN: crescente potencial militar russo cria ‘problemas adicionais’
    Tags:
    política internacional, OTAN, Alexander Glushko, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar