23:02 17 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Novo veículo blindado na base de Armata durante o ensaio geral da parada militar em homenagem ao 70º aniversário da vitória na Segunda Guerra Mundial de 1941-1945.

    Mídia alemã destaca "reforma radical e sem precedentes" do exército russo

    © Sputnik / Host Photo Agency / Iliya Pitalev
    Mundo
    URL curta
    12303

    A Rússia está implementando uma reforma radical e sem precedentes do seu exército desde o século XIX. Quem afirma é a revista alemã Der Spiegel.

    “Menos soldados, uma nova estrutura e melhores armas: o Kremlin reformou radicalmente as suas Forças Armadas”, diz o portal. 

    Der Spiegel também destacou as preocupações dos militares dos EUA, que acreditam que a Rússia seria capaz de interferir ou criar áreas de comunicações digitais que nenhum outro exército teria acesso, como também é feito no Mar Cáspio, estabelecendo as plataformas para o lançamento de mísseis.

    A edição alemã também ressaltou a modernização das forças nucleares, forças especiais, as unidades aéreas e a infantaria da marinha, o que vem sendo interpretado pelos analistas de defesa ocidentais como um aumento na capacidade russa de executar ações rápidas e pegar um potencial inimigo de surpresa em caso de uma intervenção na Europa Oriental e na Ásia Central.

    Segundo o especialista em defesa do Centro de Análise de Estratégias e Tecnologias da Rússia (CAST), Vasily Kashin, as Forças Armadas da Rússia são hoje "provavelmente mais fortes do que todos os exércitos da União Europeia em conjunto", mas seriam incapazes de lidar com um conflito com os militares dos EUA, por isso tem fortalecido sua dissuasão nuclear.


    Mais:

    Exército russo se prepara para exercícios militares com a Índia
    Rússia instala bases militares contemporâneas no Ártico
    Rússia inicia exercícios militares de larga escala no sul do país
    Putin: operação militar na Síria confirma preparo da Rússia para enfrentar ameaças
    Mídia: Rússia mostrou suas novas capacidades militares na Síria
    Tags:
    exército, Defesa, nuclear, Marinha, forças armadas, Der Spiegel, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik