21:20 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Presidente russo Vladimir Putin durante a sua visita ao Cazaquistão, 15 de outubro de 2015

    Putin deu início à construção do gasoduto ‘Nord Stream-2'

    © Sputnik / ALEKSEI NIKOLSKY
    Mundo
    URL curta
    2252

    Esta é uma nova rota para o desenvolvimento de gasodutos do país, ele irá criar novas oportunidades para fornecer gás às regiões da Rússia, bem como para a exportação, disse o presidente russo.

    "O Nord Stream-2 (Corrente do Norte-2) deve abastecer a Europa com gás russo", disse Putin.

    "Este projeto vai criar novas vagas de trabalho em todas as cinco regiões por onde passará, criará oportunidades adicionais para as receitas dos orçamentos locais. A coisa mais importante é que esta rota irá criar oportunidades adicionais para o fornecimento de gás para as regiões da Rússia e novas oportunidades para a expansão da exportação", disse Putin durante uma teleconferência emitida do local de início da construção do gasoduto.

    "Este é um projeto sério e de grande envergadura que merece atenção especial por parte da própria empresa Gazprom e por parte do governo russo", disse o chefe de Estado. A capacidade do gasoduto será de 45 bilhões de metros cúbicos por ano.

    Pagamentos em moeda nacional

    O presidente russo, Vladimir Putin preside na terça-feira a uma reunião da Comissão sobre a Estratégia de Desenvolvimento do Setor da Energia e Segurança Ambiental, onde vão ser discutidas as medidas para a redução da dependência das importações de bens e os planos de investimentos. 

    "O uso de moedas estrangeiras nos pagamentos dentro da Federação Russa, assim como a fixação do preço dos bens e serviços em moedas de outros países é contrária ao direito russo", afirmou Vladimir Putin.

    "Trata-se de pôr fim ao uso de moeda estrangeira nos pagamentos internos", disse Putin na reunião da comissão.

    "Precisamos conquistar novos mercados no setor da energia, responder às tendências de mudança".

    Putin também disse que era importante evitar pausas no investimento no complexo de energia russo, se necessário, ajustar a estratégia deste setor.

    Mais:

    Putin recebe convite da França para discutir o clima em Paris
    Presidente da Fórmula 1: Putin deveria governar a Europa
    Tags:
    Nord Stream 2, gasoduto, encontro, reunião, gás, Vladimir Putin, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar