06:04 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Missão Especial de Monitoramento da OSCE na Ucrânia

    Rebeldes ucranianos expulsam monitores da OSCE

    © flickr.com/ OSCE Special Monitoring Mission to Ukraine
    Mundo
    URL curta
    291
    Nos siga no

    Insurgentes de Donbass anunciaram nesta segunda-feira a expulsão de dois monitores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) da região. No entanto, o organismo internacional não confirmou a informação.

    "Aconteceu na semana passada. Nós pedimos a dois monitores da OSCE para sair", um funcionário do governo da autoproclamada República Popular de Lugansk disse à mídia ocidental em condição de anonimato. 

    Anteriormente, veículos de imprensa da Rússia haviam informado que o vice-chefe de gabinete de Lugansk, Vasily Nikitin, acusou os monitores de violar os acordos de Minsk, assinados pelas duas partes em conflito com o objetivo de restabelecer a paz em Donbass. 

    Entretanto, o chefe-adjunto da missão de monitoramento da OSCE no Leste da Ucrânia, Alexander Hug, declarou que nenhum funcionário da organização havia sido removido de Lugansk. Segundo ele, tais alegações não podem ser confirmadas, uma vez que a "Missão Especial de Monitoramento (SMM) não é uma signatária dos acordos de Minsk", mas opera na região graças a um mandato concedido pelo Conselho Permanente da OSCE em março de 2014. 

    Mais:

    Parlamento da OSCE rechaça sanções contra parlamentares russos
    OSCE organiza processo para acalmar conflitos em Donbass
    Donetsk: bombardeio contra OSCE foi provocação de militares ucranianos
    Tags:
    Acordos de Minsk, OSCE, Alexander Hug, Vasily Nikitin, Minsk, Rússia, Lugansk, Ucrânia, Donbass
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar