22:12 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Deutsche Bank

    EUA suspeitam que Deutsche Bank viola regime de sanções contra a Rússia

    © AFP 2019 / VASILY MAXIMOV
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (177)
    19031
    Nos siga no

    O Departamento de Justiça dos EUA declarou que a divisão do Deutsche Bank em Moscou realizou alegadamente transações, com a participação de um cidadão norte-americano, violando as sanções contra a Rússia.

    A revista Financial Times divulgou, citando fontes informadas, que o Departamento de Justiça e a Gerência de Serviços Financeiros de Nova York estão intensificando o controle sobre as atividades da filial do Deutsche Bank na capital russa. 

    Nas transações alegadamente não só participou um cidadão norte-americano como também foram realizadas em dólares.

    O objeto de atenção das entidades financeiras dos EUA é uma série das chamadas transações back-to-back, quer dizer, transações triangulares pelas quais um produto é adquirido no exterior por uma pessoa domiciliada no país e vendido, também no exterior, sem transitar fisicamente pelo território nacional.

    Na série das transações em questão, os clientes do maior banco alemão compravam divisas em rublos e depois as vendiam em outras moedas estrangeiras, inclusive dólares norte-americanos, por via do escritório do banco em Londres. 

    As autoridades dos EUA também estão verificando se o banco tem os programas necessários para respeitar o regime de sanções contra a Rússia e se o banco apresentou os dados reais aos órgãos respectivos que tratam da observação das normas jurídicas em relação às sanções.

    As sanções foram impostas em 2013 pelos EUA e países da União Europeia como resultado de uma suposta participação russa no conflito ucraniano. Em resposta, a Rússia restringiu a importação de produtos alimentares de países que impuseram as sanções.

    Empresas de países como Noruega, Alemanha, Suíça, França e Polônia estão insatisfeitas com os resultados econômicos das medidas restritivas aplicadas à Rússia. De acordo com um estudo divulgado pelo Instituto Austríaco de Pesquisas Econômicas (WIFO) em julho do ano corrente, a União Europeia poderia perder até US$ 114 bilhões devido às sanções contra a Rússia, se não houver alteração nas relações.

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (177)
    Tags:
    sanções, Deutsche Bank, Alemanha, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar