20:58 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    21453
    Nos siga no

    Damasco avisou Doha sobre uma "resposta dura" após o ministro de Relações Exteriores do Qatar, Khalid al Attiyah, considerar a possibilidade de uma invasão militar do Exército de seu país na Síria.

    "Se o Qatar puser em prática sua ameaça de intervenção militar na Síria, vamos considerar uma agressão direta, e nossa resposta será muito dura", afirmou o vice-ministro de Relações Exteriores sírio, Faisad al Mekdad, segundo a PressTV.

    Na véspera, Attiyah declarou que seu país, junto com "nossos irmãos turcos e sauditas", estuda iniciar uma operação militar contra o governo sírio.

    "Se uma intervenção militar pode proteger o povo sírio da brutalidade do regime, faremos", disse Attiyah. Ainda assim, o ministro disse que Doha prefere um diálogo político a aplicar força.

    Desde março de 2011, a Síria vive um conflito armado que já deixou mais de 250 mil mortos, segundo estimativas da ONU. As tropas governamentais enfrentam diversos grupos armados — entre eles, grupos terroristas como a Frente Nusra e o Estado Islâmico.

    Mais:

    Rússia admite acesso de jornalistas estrangeiros à sua base na Síria
    Rússia diz que grupos terroristas na Síria continuam recebendo apoio estrangeiro
    Aviação russa faz 53 voos de combate atacando 72 alvos do Estado Islâmico na Síria
    Kremlin: Exército sírio e forças curdas devem realizar operação terrestre na Síria
    Tags:
    militar, guerra civil, invasão, resposta, Faisad al Mekdad, Khalid al Attiyah, Catar, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar