11:50 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    20044
    Nos siga no

    O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, afirmou que Washington não descartou a introdução de uma zona de exclusão aérea na Síria futuramente, mas disse que “isso não é algo que está considerando agora”. O comentário acontece em meio a relatos de que o secretário de Estado, John Kerry, pedira à sua equipe “para continuar a desenvolver a ideia”.

    “Nós não estamos em condições de tirá-la (a possibilidade de uma zona de exclusão aérea na Síria) da mesa ou de eliminá-la no futuro, mas é algo que não estamos considerando agora… Mesmo as coisas que soam simples, como uma zona de exclusão aérea, tem consequências significativas para decisões estratégicas de longo prazo que precisam ser tomadas”, afirmou Earnest na quarta-feira (7).

    Em um encontro separado, o porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby, reconheceu, porém, que a questão tem sido discutida. “Continuamos analisando a melhor forma de ir atrás do grupo Estado Islâmico, particularmente lá na Síria, no norte da Síria em especial. Até o momento, não houve decisão de avançar com uma zona de exclusão aérea.”

    John Kirby, entretanto, se recusou a responder diretamente a perguntas sobre os relatórios que John Kerry pediu ao seu pessoal “para continuar a desenvolver a ideia”.

    Na terça-feira (6), a pré-candidata favorita para a indicação presidencial do Partido Democrata, Hillary Clinton, reiterou seu apoio a uma zona de exclusão aérea, acrescentando que a Rússia teria que dar o seu ajuda à iniciativa para que seja bem sucedida. No entanto, a posição do presidente dos EUA, Barack Obama, sobre a questão é um pouco diferente.

    “Ouço as pessoas oferecendo ideias meia-boca como se fossem soluções, ou tentando minimizar os desafios envolvidos nesta situação. O que eu gostaria de ver as pessoas perguntarem, especificamente, precisamente, é o que exatamente você faria, e como você financiaria? Como você sustentaria? Normalmente, o que você recebe é um monte de lorotas”, disse Obama na semana passada.

    Tags:
    estratégia, relatório, análise, decisão, combate, descarte, zona de exclusão aérea, Departamento de Estado, Partido Democrata, Estado Islâmico, Josh Earnest, Hillary Clinton, Barack Obama, John Kerry, John Kirby, Rússia, EUA, Washington, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar