02:49 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 191
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa do Irã divulgou nesta segunda-feira (5) um comunicado negando relatos da imprensa internacional de que haveria problemas e impedimentos com a entrega russa de sistemas antimísseis S-300 à República Islâmica. Teerã salientou que o processo está em andamento.

    “As informações carecem de correção e credibilidade. As etapas para a entrega estão sendo cumpridas de acordo com o contrato assinado”, diz a nota.

    O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Rybakov, havia afirmado em setembro que o contrato seria assinado em um futuro próximo e que todas as decisões políticas já haviam sido tomadas, não existindo obstáculos para a sua concretização.

    O Irã e a Rússia celebraram em 2007 um acordo para fornecimento de cinco sistemas russos S-300. No entanto, o documento foi suspenso em 2010 pelo então presidente russo, Dmitry Medvedev, por conta das sanções internacionais contra a República Islâmica. O complexo de defesa, porém, não estava incluído na resolução da ONU que impôs as restrições internacionais a Teerã.

    A negativa foi alvo de uma ação internacional do Irã contra a Rússia. No entanto, logo após o acordo sobre o programa nuclear iraniano firmado este ano entre o a República Islâmica e o sexteto, grupo de mediadores internacionais formado por Rússia, China, EUA, Reino Unido, França e Alemanha, o presidente russo, Vladimir Putin, cancelou o embargo.

    Tags:
    programa nuclear, sanções, embargo, acordo nuclear, fornecimento, entrega, contrato, acordo, S-300, sexteto, Ministério das Relações Exteriores, Dmitry Medvedev, Vladimir Putin, Sergei Rybakov, Alemanha, França, Reino Unido, China, EUA, Teerã, Moscou, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar