06:49 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    10261
    Nos siga no

    De acordo com o Comitê de Finanças do Senado francês, o orçamento do país perderá cerca de 250 milhões de euros devido à revenda para o Egito dos dois navios Mistral originalmente construídos para a Rússia.

    Na semana passada, o presidente francês François Hollande disse que o acordo não implicaria custos financeiros para o seu país. "Uma decisão foi tomada para fornecer os Mistral para o Egito. Nós acordamos com o Presidente [Abdel Fatah al-] Sisi os termos e o preço. A França não vai carregar quaisquer custos financeiros deste acordo", disse ele a repórteres.

    "Se o acordo com o Egito para revender os navios for implementado, isso vai custar ao orçamento da nação entre 200 a 250 milhões de euros", contradiz a declaração do comitê do Senado nesta terça-feira (29).

    A França encerrou um contrato de US$1,3 bilhão com a Rússia no mês passado, após Hollande ter decidido suspender, ainda em 2014, a entrega dos navios de guerra encomendados por Moscou, no contexto das sanções impostas pelo Ocidente devido a um suposto envolvimento russo no conflito ucraniano.

    Paris ainda teve que pagar cerca de US$ 1 bilhão a Moscou pela quebra do contrato.

    Mais:

    Hollande confirma venda de navios Mistral para o Egito
    Egito disponibiliza-se a comprar os navios Mistral à França
    Marinha da Rússia ganhará novos sistemas de mísseis Bastion
    Sanções contra a Rússia arruínam a economia da Ucrânia
    Tags:
    revenda, porta-helicópteros, contrato, acordo, orçamento, sanções, Mistral, Egito, França, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar