03:34 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Refugiados africanos resgatados no Mediterrâneo por oficiais da Marinha da Irlanda

    Meio milhão de refugiados chegaram por mar este ano à Grécia, Itália, Espanha e Malta

    © AP Photo /
    Mundo
    URL curta
    211
    Nos siga no

    A Organização Internacional de Migrações (OIM) informou nesta terça-feira (29) que somente este ano mais 522 mil refugiados e imigrantes chegaram à Europa por mar. Segundo o diretor-geral do organismo, general William Lacy Swing, guerras, governos, pobreza e mudanças climáticas forçam um número cada vez maior de pessoas a deixarem seus países.

    “O jeito que estes refugiados e imigrantes chegam à Europa nos preocupa. Eles arriscam a morrer no mar e nos desertos e colocam suas vidas nas mãos de contrabandistas inescrupulosos”, afirmou Swing.

    Segundo o comunicado da OIM, a Grécia é o principal destino dos imigrantes e refugiados, tendo recebido 388.324. À Itália, chegaram 130.891 pessoas. Outras 2.819 rumaram para a Espanha e 100 para Malta, em um total de 522.134 fugitivos dos problemas provocados pelos conflitos no Oriente Médio e na África do Norte.

    O Mediterrâneo foi o mar onde se registrou o maior número de mortes. Desde janeiro, a OIM contabilizou 2.621 afogados ou desaparecidos nestas águas. No Mar Egeu o número de vítimas fatais está em 246. As informações são referentes ao período até 25 de setembro.

    Tags:
    deserto, contrabandistas, morte, crise humanitária, números, relatório, refugiados, imigrantes, OIM, Organização Internacional de Migrações, William Lacy Swing, Europa, Mar Egeu, Mar Mediterrâneo, África do Norte, Oriente Médio, Malta, Espanha, Itália, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar