15:16 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente da Bielorússia, Alexander Lukashenko.

    Lukashenko diz que 'nem um rato' cruzará a fronteira da Ucrânia com a Bielorrússia

    © AP Photo / Sergey Ponomarev
    Mundo
    URL curta
    19493

    O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, prometeu nesta sexta-feira reforçar ao máximo a fronteira do seu país com a Ucrânia, a fim de combater o tráfico ilegal de mercadorias.

    "Vamos erguer instalações de engenharia, de forma que nem mesmo um rato poderá entrar (na Bielorrússia)", afirmou Lukashenko durante entrevista a um canal de TV bielorrusso, assegurando que o governo tomará todas as medidas necessárias para "garantir a segurança nacional". 

    "Já aparecem problemas com a Ucrânia, sobretudo quanto a drogas, armas e munições que cruzam a fronteira". 

    Além da questão do contrabando, as autoridades da Bielorrússia já manifestaram diversas vezes a necessidade de fortalecer a fronteira do país com a Ucrânia por conta das atividades militares da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), que podem ameaçar a segurança na região.

    Mais:

    Rússia cria base aérea na Bielorrússia
    Bielorrússia recebe status de observador junto à Organização de Cooperação de Xangai
    Exercícios das forças aéreas e das forças de defesa antiaérea da Rússia e Bielorrússia
    Bielorrússia está reforçando fronteira com Ucrânia
    Tags:
    armas, drogas, contrabando, tráfico, rato, fronteira, OTAN, Aleksander Lukashenko, Bielorrússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik