14:23 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Escutas telefônicas

    Políticos finlandeses temem estar sendo escutados

    © Foto :
    Mundo
    URL curta
    0 76

    O presidente da Assembleia Parlamentar da Organização de Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), Ilkka Kanerva, e o ex-ministro da Defesa da Finlândia, Carl Haglund, suspeitam ter sido escutados por parte de um Estado estrangeiro. Isto foi relatado pelo jornal finlandês Helsingin Sanomat.

    Ilkka Kanerva tem ouvido muitas vezes umas interferências durante conversas telefônicas. O jornalista finlandês do jornal Hufvudstadsbladet também reparou interferências, até durante uma entrevista pelo telefone com o político.

    "Nós não vivemos dentro de um conto de fadas. Isso acontece em todos os lugares, e seria estranho pensar que a Finlândia seja uma exceção", disse Kanerva ao Helsingin Sanomat.

    "Eu gostaria de acreditar que foi um problema técnico, mas há uma clara dependência das interferências nas conversas telefônicas", disse Kanerva.

    O político disse que durante as conversas sobre o esporte, por exemplo, nenhuma interferência foi detectada.

    As interferências apareciam principalmente quando Kanerva discutia assuntos ligados à política externa e à segurança:

    "Eu tenho umas tarefas relacionadas à política externa e à segurança, aos assuntos internacionais e domésticos do país, por isso, de acordo com as leis da lógica, não se pode excluir a possibilidade de que me espionam".

    Ele desempenha o papel de mediador no conflito atual ucraniano. Kanerva entrou em contato com a polícia de segurança e oficiais de segurança do Parlamento finlandês, mas nada mudou.

    Já o ex-ministro da Defesa da Finlândia, Carl Haglund, começou a notar barulhos estranhos e interrupções na comunicação durante conversas telefônicas quando ocupava o cargo de pasta. Ele observa que "a maioria das interferências podia ser ouvida quando falava de política de segurança e das questões de defesa com certas pessoas".

    Depois das informações de Kanerva sobre as interferências durante as conversas telefônicas, o ex-ministro da Defesa confirmou que também notou a mesma coisa.

    A Polícia de Segurança finlandesa está ciente dessa situação. Mas na quinta-feira (25), os representantes da polícia não comentaram a situação.

    Mais:

    Suécia é acusada de pagar refugiados para pedirem asilo na Finlândia
    Lituânia se ofende com Finlândia por causa da 'ameaça russa'
    Aviões norte-americanos violaram espaço aéreo da Finlândia
    Tags:
    política de segurança, escuta telefônica, escutas, espionagem, Agência Nacional de Segurança (NSA), Finlândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik