18:35 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Aiatolá Ali Khamenei

    Aiatolá Khamenei culpa governo saudita por tragédia em Meca

    © AP Photo / Office of the Iranian Supreme Leader
    Mundo
    URL curta
    372

    O Líder Supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, disse nesta quinta-feira que o governo da Arábia Saudita é o grande responsável pela tragédia registrada hoje nas redondezas da cidade sagrada de Meca, na qual mais de 700 pessoas morreram e quase 900 ficaram feridas.

    "O governo saudita deve aceitar a responsabilidade por esse triste incidente. A má administração e as ações inadequadas causaram essa catástrofe", declarou o aiatolá através de um comunicado oficial divulgado em seu site. 

    Pelo menos 717 pessoas morreram esmagadas e outras 863 ficaram feridas nesta quinta-feira, na cidade de Mina, em razão de um grande tumulto durante o Hajj, a peregrinação anual muçulmana a Meca, na Arábia Saudita. Segundo as autoridades locais, uma investigação já foi aberta para apurar as causas do incidente. Mas fontes ouvidas por algumas agências de notícias disseram que o tumulto teria sido provocado por grupos de peregrinos que tentaram forçar a passagem em meio à multidão. 

    Mais:

    Acidente com guindaste mata pelo menos 107 pessoas em Meca
    Tags:
    tragédia, tumulto, peregrinação, Hajj, Aiatolá Ali Khamenei, Mina, Meca, Irã, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik