09:54 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Protesto na Praça Maidan em Kiev, 22 de fevereiro

    Comissão Europeia: Ucrânia pode seguir os passos da Síria

    © Sputnik/ Andrei Stenin
    Mundo
    URL curta
    41830171

    O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse nesta quarta-feira que a Ucrânia pode sofrer a mesma situação que a Síria está passando hoje.

    "E se hoje as pessoas estão fugindo da Síria e da Líbia, amanhã podem facilmente passar o mesmo na Ucrânia", disse Juncker numa sessão plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo. Ele ressaltou que a Europa "cometeu um erro na distinção entre judeus, cristãos e muçulmanos do passado."

    "Não há religião ou crença, ou filosofia quando se trata de refugiados", disse ele.

    De acordo com Juncker, os problemas econômicos não são exclusivos da União Europeia.

    “A União Europeia não se limita a uma única moeda, ou o tema grego, ou na Ucrânia, mas possui um alicerce comum de valores sociais que temos de tomar em conjunto”, disse ele.

    Além disso, Juncker pediu o que ele classificou de uma "ofensiva diplomática" União Europeia para resolver a crise na Líbia e Síria. Juncker reconheceu que a política externa da UE "deveria ser mais forte."

    "Não podemos permitir ignorância ou desunião antes da guerra ou a instabilidade na nossa vizinhança", afirmando que o "apoio humanitário deve ser imediato e completo".  

     

    Mais:

    Lavrov e Kerry discutem regularização na Síria
    Rússia estudará rotas alternativas para enviar ajuda humanitária à Síria
    Chancelaria russa explica que tipo de militares russos estão na Síria
    Governo brasileiro vai analisar ampliação de visto para refugiados da Síria no país
    Ministro belga: missão militar contra EI na Síria é impossível sem a Rússia
    Tags:
    Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, Ucrânia, Síria, União Europeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik