22:30 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    An employee cleans a board during the preparations for the BRICS summit in Ufa, Russia, July 7, 2015.

    Sudão quer entrar no BRICS como observador

    © REUTERS/ BRICS Photohost/RIA Novosti
    Mundo
    URL curta
    BRICS: organização do futuro (189)
    6733223

    O Sudão tem planos de obter o estatuto de observador no grupo BRICS com o objetivo de diminuir o domínio do Ocidente sobre as instituições financeiras mundiais.

    O grupo é composto pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, quer dizer pelos países com economias emergentes. O ministro do Exterior sudanês, Ibrahim Ghandour, declarou à Sputnik:

    “O Sudão apresentou o pedido para participar das atividades do BRICS como observador porque atualmente a adesão ao grupo é limitada.”

    O político falava à Sputnik na véspera das negociações trilaterais com os colegas da Rússia e do Sudão do Sul (Sergei Lavrov e Barnaba Marial Benjamin, correspondentemente) e sublinhou que Cartum espera cooperar com o BRICS via o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) também conhecido como Banco dos BRICS. As negociações trilaterais iniciadas nesta quarta-feira (9) devem ser concluídas na sexta-feira (11).

    "Esperamos que o grupo seja aberto, de maneira a se tornar a maior união econômica global", sublinhou.

    Comentando o pedido apresentado, Ghandour também disse que este foi a reação a "um tipo de intervenção econômica" por parte dos países ocidentais através das instituições financeiras internacionais.

    "Portanto o Sudão suporta qualquer iniciativa que acabe com tal domínio individual ou coletivo", disse.

    Lembramos que, ainda em agosto, o subsecretário do Ministério das Finanças sudanês Abdel-Rahman Dirar declarou à Sputnik que o seu país começara a dar passos para se juntar ao BRICS.

    Tema:
    BRICS: organização do futuro (189)
    Tags:
    economia, BRICS, Sudão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik