03:21 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Turquia

    Rússia espera assinar contrato de Turkish Stream em novembro

    © flickr.com/ tinou bao
    Mundo
    URL curta
    Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok (27)
    1102
    Nos siga no

    Várias especialistas do Ministério da Energia russo esperam que o acordo intergovernamental sobre a construção do gasoduto Turkish Stream (Corrente Turca) seja assinado depois das eleições parlamentares na Turquia, declarou o ministro da Energia, Aleksandr Novak.

    A declaração foi feita nesta sexta-feira (4) nas margens do Fórum Econômico do Oriente, que está sendo realizado na cidade russa de Vladivostok de 3 a 5 de setembro.

    "Poderiam continuar as negociações e trabalhar para concluir o acordo intergovernamental em qualquer momento, mas duvido que eles sejam prontos para fazer isso antes as eleições e formação do novo governo", disse Novak.

    A Turquia deve realizar a nova ronda de eleições em 1 de novembro, já que a data limite para a criação no novo gabinete após eleições tinha expirado em junho.

    O gasoduto Turkish Stream tem a capacidade anual prevista de 63 bilhões de metros cúbicos de gás russo que deve passar pelo fundo do mar Negro. O gasoduto deve se estender até a fronteira entre a Turquia e a Grécia, e dali até o Sul da Europa.

    Segundo a empresa principal de energia russa Gazprom, o custo para a construção da primeira parte do gasoduto Turkish Stream é cerca de US$ 4,72 bilhões, e o preço total do projeto é estimado em US$ 12,8 bilhões.

    A construção devia começar em junho, mas os governos da Rússia e da Turquia ainda não assinaram o acordo do projeto. Mais cedo, a Turquia declarou que não planeja se retirar do projeto, não obstante o atraso do começo da construção.

    O projeto foi lançado para substituir outro gasoduto, South Stream (Corrente do Sul), que Moscou cancelou em dezembro de 2014 devido à postura não construtiva da União Europeia em relação à realização do projeto.

    Tema:
    Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok (27)

    Mais:

    Apesar das sanções, setor energético russo segue prosperando
    Empresas turcas participarão da construção do Turk Stream
    Tags:
    acordo, gasoduto, Ministério da Energia (Rússia), Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar