22:02 23 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Vista do Kremlin de Moscou

    Kremlin: política de sanções dos EUA leva o mundo para um beco sem saída

    © Sputnik/ Evgeniya Novozhenova
    Mundo
    URL curta
    7291

    A política de sanções conduzida pelos EUA contra outros países impele o mundo para um caminho sem saída, declarou nesta sexta-feira, 28, a representante oficial do ministério das Relações Exteriores da Rússia Maria Zakharova.

    “O lugar, para onde Washington está impelindo o mundo (me refiro ao caminho das sanções, à rejeição mútua, à falta de diálogo), não é transitório para uma ordem nova, é um caminho sem volta, um beco sem saída” – disse Zakharova em entrevista à agência Gazeta.ru.

    “Creio que quando o restante da sociedade reconhecer isto, serão formuladas uma nova agenda e novas possibilidades para o desenvolvimento das relações, já num outro nível” – destacou a porta-voz.

    Desde meados de abril de 2014, a Ucrânia realiza uma operação militar contra as forças independentistas do leste do país. Estas não reconhecem a legitimidade das novas autoridades ucranianas que chegaram ao poder após um golpe de Estado em Kiev.

    O governo ucraniano, bem como os EUA e a União Europeia têm constantemente acusado a Rússia de interferir nos assuntos internos da Ucrânia. Moscou, por sua vez, tem repetidamente refutado tais acusações, afirmando possuir interesse numa resolução rápida e pacífica do conflito no país vizinho.

    Em julho do ano passado, a UE e os Estados Unidos aplicaram sanções pontuais contra certos indivíduos e empresas da Rússia, como resultado de uma suposta participação russa no conflito ucraniano. Em seguida, foram implementadas medidas restritivas em relação a setores inteiros da economia russa. Em resposta, a Rússia restringiu a importação de produtos alimentares de países que impuseram as sanções.

    Mais:

    Rússia vetará alimentos de países que se juntem às sanções
    Merkel: UE não pode levantar sanções mas aspira a cooperar com Rússia
    Moscou agradece à China pela compreensão da posição russa sobre Ucrânia
    Tags:
    guerra de sanções, Maria Zakharova, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik