16:32 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Pronunciamento de Vladimir Putin na 60ª sessão da Assembleia Geral da ONU.

    Vladimir Putin deve participar da Assembleia Geral da ONU

    © AFP 2017/ Alexey Panov
    Mundo
    URL curta
    70ª Assembleia Geral da ONU (47)
    2561131

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou nesta quarta-feira (18) que o presidente russo, Vladimir Putin, poderá participar da próxima sessão da Assembleia Geral da ONU em setembro.

    “O presidente está planejando comparecer à sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas. É um evento importante na vida deste organismo em que celebramos 70 anos de seu trabalho”, disse Lavrov.

    Vladimir Putin, presidente da Rússia
    © REUTERS/ Alexander Zemlianichenko
    A sessão em comemoração ao 70º aniversário da ONU acontecerá no dia 15 de Setembro. Um número recorde de chefes de Estado é aguardado para a Assembleia Geral, que Putin presidiu por três oportunidades, em 2000, 2003 e 2005.

    As relações russas com o Ocidente se deterioraram em meio à crise ucraniana. A União Europeia, os EUA e seus aliados acusam Moscou de agressão aos vizinhos e de interferir nos assuntos internos da Ucrânia e impuseram rodadas de sanções econômicas contra a Rússia. O Kremlin, porém, tem repetidamente negado as acusações e vem lutando por uma solução pacífica para o conflito.

    A mídia internacional vem noticiando que alguns países apresentarão propostas na Assembleia Geral da ONU para limitar o poder de veto dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas, Rússia, China, EUA, França e Reino Unido, impedindo este direito em caso de graves crises humanitárias e crimes contra humanidade.

    Moscou defende a ampliação do poder de outros países na ONU, em particular das nações emergentes, como o Brasil e a Índia.

    Tema:
    70ª Assembleia Geral da ONU (47)
    Tags:
    sanções, propostas, veto, presença, participação, Assembleia Geral da ONU, Conselho de Segurança da ONU, Nações Unidas, ONU, Kremlin, Vladimir Putin, Sergei Lavrov, Moscou, Ucrânia, Índia, Brasil, União Europeia, Reino Unido, França, EUA, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik