22:30 02 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia: campo de batalha (285)
    491
    Nos siga no

    Igor Shevchenko, demitido do posto de ministro da Ecologia por acusações de corrupção, acusou o premiê Arseni Yatsenyuk de calúnia e exigiu que este peça desculpas ao povo e se demita.

    O ex-ministro fez a declaração na sua página na rede social Facebook, anunciando que pretende processar Yatsenyuk.

    O ex-ministro afirmou ter sido demitido como resultado de "falsificações, alteração dos fatos e conspiração política".

    "Arseni Petrovich, eu vou interpor um processo penal contra você por calúnia e divulgação de informação falsa sobre mim. Tem que ser responsável pela mentira divulgada publicamente. O senhor faz isso regularmente e passa despercebido. Mas não desta vez, não comigo."

    Shevchenko escreve que pessoas do tipo de Yatsenyuk não devem continuar na política.

    "Arseni Petrovich, veja o que está fazendo, confesse em frente do povo e demita-se por sua iniciativa, senão é grande a possibilidade de que logo o povo arraste você do gabinete de ministros e ninguém o poderá ajudar a escapar."

    A Suprema Rada da Ucrânia demitiu Igor Shevchenko em 2 de Julho, por proposta do gabinete de ministros, do posto do ministro da Ecologia e Recursos Naturais, que ele ocupava desde dezembro de 2014, ainda como membro do partido de Yulia Tymoshenko, Batkivschina.

    Tema:
    Ucrânia: campo de batalha (285)

    Mais:

    Yatsenyuk: fim do confronto em Donbass está muito longe
    As metamorfoses de Arseni Yatsenyuk
    Tags:
    premiê, demissão, Facebook, Arseni Yatsenyuk, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar