16:36 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Vladivostok, navio do tipo Mistral

    França vai pagar 1,16 bilhão de euros à Rússia por quebra de contrato sobre Mistral

    © Sputnik/ Grigoriy Sisoev
    Mundo
    URL curta
    8645132

    A França vai pagar à Rússia 1,16 bilhão de euros pela suspensão do contrato da venda de dois porta-helicópteros da classe Mistral construídos para a Marinha russa. A informação foi divulgada pela mídia russa.

    O montante exato da compensação foi acordado durante as conversações entre o vice-primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Rogozin, e o secretário-geral de Defesa da França, Louis Gautier. O pagamento cobre o adiantamento e os custos adicionais que Moscou teve durante o treinamento da tripulação, a criação de infraestrutura para embarcações na estação em Vladivostok, e o desenvolvimento de quatro protótipos de pré-produção dos helicópteros Ka-52K.

    Inicialmente, Paris queria compensar a Rússia com apenas 784,6 milhões de euros, enquanto Moscou exigiu 1,16 bilhão.

    O acordo entre as partes também prevê a concessão por parte da Rússia de permitir a reexportação do porta-helicópteros depois de receber a compensação.

    Rússia e França assinaram um contrato no valor de US $1,3 bilhão para a entrega de dois navios de assalto anfíbios da classe Mistral. A entrega das embarcações foi adiada até o fim de 2014 depois que Paris acusou a Rússia de interferir na crise e na guerra civil ucraniana — alegações que Moscou nega seguidamente.

    Mais:

    Rússia e França chegam a acordo sobre quebra de contrato de navios Mistral
    Futuro dos navios Mistral continua sombrio
    Rússia exige da França devolução dos sistemas de comunicação dos navios Mistral
    Marinha do Brasil desmente revista americana e nega interesse pelos navios Mistral
    Mistral: França pode vender ao Brasil navios construídos para a Rússia?
    Tags:
    Mistral, acordo, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik