02:24 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    O deputado francês Thierry Mariani em encontro com o presidente da Duma de Estado da Rússia, Sergei Naryshkin, em Moscou

    Político francês: sanções antirrussas são injustas, mas serão prolongadas

    © AFP 2017/ KIRILL KUDRYAVTSEV
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)
    674718

    O ex-ministro dos Transportes da França e hoje membro da Assembleia Nacional Thierry Mariani disse nesta quinta-feira que as sanções contra a Rússia são injustas e contraprodutivas, mas, infelizmente, deverão permanecer em vigor por mais tempo.

    Nesta manhã, uma delegação de parlamentares franceses liderada por Mariani teve um encontro com o presidente da câmara baixa do parlamento russo, Sergei Naryshkin. Na ocasião, o deputado francês afirmou nunca ter visto medidas como as que estão sendo impostas à Rússia funcionarem com outros países. 

    "Sanções são injustas e contraprodutivas. Nós nunca vimos, na História, países mudando sua posição por causa de sanções", declarou ele, acrescentando que há suspeitas de que as sanções antirrussas serão estendidas. 

    Nesta tarde, a delegação francesa seguirá para a península da Crimeia, onde se encontrará com autoridades das cidades de Yalta, Sebastopol e Simferopol, na tentativa de melhorar as relações entre Moscou e Paris, segundo Mariani. 

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)

    Mais:

    Rússia exige da França devolução dos sistemas de comunicação dos navios Mistral
    França convoca embaixadora dos EUA para explicar espionagem a presidentes franceses
    Socialista francês critica UE por prorrogar sanções contra a Rússia
    Vice-premier da Crimeia: posição de Paris sobre visita de delegação francesa é histérica
    Delegação francesa busca diálogo na Crimeia, apesar de Hollande
    Tags:
    sanções, Thierry Mariani, Sebastopol, Simferopol, Crimeia, Moscou, Paris, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik