13:42 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados dos países membros da OTAN em cerimônia de abertura dos exercícios militares Saber Strike 2015

    Moscou: exercícios da OTAN na Ucrânia ameaçam resolução pacífica do conflito

    © AP Photo/
    Mundo
    URL curta
    263022335

    Liderados pelos EUA, os exercícios militares conjuntos OTAN-Ucrânia iniciados nesta segunda-feira (20) na região de Lvov ameaçam a possibilidade de paz no sudeste do país, segundo declarou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

    “[Os exercícios] demonstram claramente o curso provocativo da Aliança no apoio incondicional das políticas do regime de Kiev no sudeste da Ucrânia”, afirma a nota da chancelaria.

    Ainda de acordo com o comunicado, os membros da OTAN devem entender que os exercícios militares em curso na Ucrânia podem prejudicar a resolução pacífica para o conflito no sudeste do país, assim como quaisquer “ações que incitem as políticas de vingança do ‘partido da guerra’ de Kiev” na região de Donbass, as quais, segundo Moscou, “levam a baixas de civis todos os dias".

    Os exercícios Saber Guardian / Rapid Trident-2015 são realizados na Ucrânia anualmente. As manobras do ano passado reuniram 1.300 soldados de 15 países. Este ano, a OTAN está mobilizando quase 2.000 soldados de 18 países.

    Mais:

    Independentistas na Ucrânia retiram armas da linha de frente
    Ucrânia se prepara para construir fortificações ao longo da fronteira com a Rússia
    Pushkov: Europa tem cada vez mais medo da Ucrânia
    Alegada ‘ameaça russa’ custará caro para países-membros da OTAN
    OTAN convida Rússia para “observar” seus maiores exercícios militares desde a Guerra Fria
    Tags:
    exercícios militares, guerra, conflito, Acordos de Minsk, Saber Guardian/Rapid Trident 2015, OTAN, Ministério das Relações Exteriores, EUA, Lvov, Moscou, Kiev, Donbass, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik