11:10 18 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Navio de guerra filipino Sierra Madre que funciona como posto avançado do país para sua reivindicação a banco de areia no Mar do Sul da China reclamado por outras nações.

    China protesta contra reparação de navio militar filipino no Mar do Sul da China

    © REUTERS/ REUTERS/Ritchie A. Tongo/Pool/Files
    Mundo
    URL curta
    11442153

    A China pediu às Filipinas para removerem navio que serve como posto militar no disputado Mar do Sul da China. O governo das Filipinas disse na terça-feira (14) que iria reparar o navio Sierra Madre, que está na região de um banco de areia também reivindicado pela China.

    A agência de notícias Reuters disse que as Filipinas também planejam reativar uma antiga base naval dos EUA em Subic Bay. A China reivindica terras, construções e instalações nos recifes da área, assim como seus vizinhos.

    Os dois países dirigiram-se ao tribunal de arbitragem das Nações Unidas para tratar de suas reivindicações sobrepostas.

    O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China Hua Chunying disse na quarta-feira (15) que as Filipinas "agravam a situação realizando atividades ilegais”, no caso do Sierra Madre no segundo banco de areia de Thomas.

    A China pediu ao país do leste asiático para rebocar o navio.

    “O desrespeito das Filipinas às suas próprias promessas à comunidade internacional expõe sua hipocrisia e ambiguidade, e se coloca como um exemplo de que as Filipinas são o verdadeiro criador de problemas e infrator de normas na região", disse o representante do Ministério do Exterior chinês em declaração.

    As Filipinas disseram que estão reparando o Sierra Madre, que foi encalhado no banco em 1999 para marcar a reivindicação do país, para que sirva ao pequeno grupo de fuzileiros navais estacionado no navio.

    "Os reparos de manutenção estão sendo feitos para garantir as mínimas capacidades do navio", disse o porta-voz da Marinha filipina coronel Edgard Arevalo, à agência de notícias AFP.

    Enquanto isso, um relatório da agência Reuters desta quinta-feira (16) citou autoridades confirmando os planos das Filipinas para reativar a base naval de Subic Bay, que costumava ser operada por militares norte-americanos e desde então foi incorporada a uma zona comercial.

    Novos caças além de duas fragatas da marinha filipina são esperados para serem estacionados na área a partir do início do próximo ano.

    A baía de apenas 145 milhas náuticas (270 quilômetros) a partir do banco de areia de Scarborough, é reivindicada pela China e pelas Filipinas.

    Pequim exige a soberania de, aproximadamente, 800 hectares de recifes e atóis no mar do Sul da China. A região é disputada por outros países da região, como Filipinas, Vietnã, Malásia, Brunei e Taiwan. Além disso, por ser uma importante rota marítima, os EUA dizem que têm interesse em navegar pela área.

    Mais:

    Pequim usa o Mar do Sul da China para alocar sua frota submarina
    Pequim pode estabelecer zona de identificação no mar do Sul da China
    Rússia participará de exercícios navais no mar do Sul da China
    Pequim protesta contra vigilância americana no Mar do Sul da China
    Tags:
    navio, Mar do Sul da China, disputa territorial, Hua Chunying, Filipinas, Mar do Sul da China, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik