00:53 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    A presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, em encontro com o chefe de Estado da Rússia, Vladimir Putin

    Putin: Rússia e Brasil devem considerar o uso de moedas nacionais no comércio

    © Sputnik/
    Mundo
    URL curta
    BRICS: organização do futuro (189)
    142011451

    O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que o Brasil e a Rússia precisam considerar a possibilidade de adotar o uso do real e do rublo nos cálculos comerciais bilaterais.

    "Nós precisamos trabalhar com o possível uso das moedas nacionais nos cálculos comerciais", declarou o chefe de Estado da Rússia durante encontro com a presidenta brasileira, Dilma Rousseff, na cidade russa de Ufá. 

    Dilma, assim como os líderes de China, Índia e África do Sul, está na Rússia para participar da 7.ª Cúpula do BRICS, evento que acontece junto com o encontro da Organização para a Cooperação de Xangai (SCO), que, além de Rússia e China, conta com Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão e Uzbequistão.

    Além da presidenta brasileira, o presidente Vladimir Putin também se encontrou nesta quarta-feira com os líderes de China (Xi Jinping), Tajiquistão (Emomali Rahmon), Índia (Narendra Modi), África do Sul (Jacob Zuma), e Bielorrússia (Alexander Lukashenko), com os quais trocou ideias sobre as relações bilaterais e sobre as possibilidades de cooperação no contexto do BRICS e da SCO. 

    Tema:
    BRICS: organização do futuro (189)

    Mais:

    Opinião: Banco do BRICS vai servir à agenda político-econômica internacional
    Brasil aposta no sucesso da cooperação entre os países do BRICS
    Banco dos BRICS poderá começar a emitir créditos já a partir de abril de 2016
    Banco dos BRICS agregará novas fontes de investimento para o Brasil
    Tags:
    moeda, real, rublo, sétima cúpula do BRICS, Organização de Cooperação de Xangai (SCO), BRICS, Emomali Rahmon, Jacob Zuma, Narendra Modi, Aleksander Lukashenko, Xi Jinping, Vladimir Putin, Dilma Rousseff, Uzbequistão, Bielorrússia, Tajiquistão, Quirguistão, Ufa, Cazaquistão, África do Sul, Índia, China, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik