11:43 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Papa Francisco, no Equador.

    Papa Francisco se despede do Equador para enfrentar a altitude da boliviana La Paz

    © AP Photo/ Fernando Llano
    Mundo
    URL curta
    0 8701

    O Papa Francisco encerrou nesta quarta-feira (8) sua visita ao Equador e partirá esta tarde para a Bolívia. Nas cidades equatorianas de Quito e Guayaquil, o Pontífice reuniu mais de 1,5 milhões em duas missas, se reuniu com o Presidente Rafael Correa e manteve inúmeros encontros pastorais.

    A segunda parte da viagem do Papa argentino batizada como “Volta para Casa”, em referência à América do Sul, o líder da Igreja Católica chegará ainda nesta quarta-feira a La Paz. A visita à capital boliviana traz uma preocupação a mais para as autoridades bolivianas e para a comitiva que o acompanha. A cidade fica a 3.600 metros de altitude.

    Por isso, Papa Francisco encontrará tanques de oxigênio no aeroporto boliviano, caso sofra com o ar rarefeito de La Paz. A preocupação se acentua porque o Pontífice, de 78 anos, não tem um dos pulmões, retirado quando ainda era jovem devido a uma infecção.

    Em La Paz, estão previstos encontros pastorais, com o Presidente Evo Morales e com representantes de líderes de um bloco socialista latino-americano ainda nesta quarta-feira. Papa Francisco ainda seguirá para Santa Cruz de la Sierra, onde presidirá a celebração de uma Missa na quinta-feira (9) e visitará o violento presídio de Palmasola.

    A última estada do Papa Francisco nesta viagem à América do Sul acontecerá no Paraguai. Nos três países, o Pontífice teve como temas principais de suas conversas questões ecológicas e o auxílio aos mais necessitados.

    Tags:
    pobres, meio ambiente, ecologia, visita, viagem, Rafael Correa, Papa Francisco, Evo Morales, Paraguai, Guayaquil, Quito, Equador, Santa Cruz de la Sierra, La Paz, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik