04:31 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    A China indicou oficialmente o ex-vice-ministro de Finanças do país, Jin Liqun, para a presidência do Banco Asiático de Investimentos em Infraestrutura (AIIB), anunciou o porta-voz da chancelaria chinesa, Hua Chunying, nesta segunda-feira (6).

    De acordo com os estatutos da instituição, cada membro fundador tem até 31 de julho para indicar um candidato. Esta estará sujeita a uma votação pelo conselho de administração do AIIB no final de agosto.

    O porta-voz saudou a “vasta experiência em liderança e gestão de organizações governamentais e internacionais, bem como de empresas privadas” de Jin Liqun. O ex-vice-ministro trabalhou no Banco Mundial e como vice-presidente do Banco Asiático de Desenvolvimento. Ele foi nomeado secretário-geral do Secretariado Interino Multilateral do AIIB em outubro de 2014.

    Aproximadamente, 50 membros fundadores do AIIB assinaram o acordo de fundação do banco em 29 de junho, em Pequim. A instituição tem um total de 57 membros fundadores potenciais. As sete nações restantes devem assinar o documento de fundação do banco no final do ano. Os três principais acionistas da AIIB são China, com 30,3%, a Índia com 8,5% e a Rússia, com 6,7% das ações do banco, com direito a voto repartidos mais ou menos no mesmo percentual.

    O AIIB, uma instituição financeira liderada pela China, foi criada principalmente para investir em projetos de infraestrutura na região da Ásia-Pacífico. O banco deve começar a operar até o final de 2015.

    Tags:
    votação, presidente, nomeação, indicação, Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (AIIB), Banco Asiático de Desenvolvimento, Banco Mundial, Jin Liqun, Índia, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar