23:41 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Homem chora enquanto passa ao lado de uma estátua de Buda danificada pelo terremoto no Nepal

    Banco Mundial anuncia US$500 milhões para o Nepal

    © REUTERS / Navesh Chitrakar
    Mundo
    URL curta
    0 04

    O Banco Mundial irá alocar até meio bilhão de dólares para financiar a reconstrução do Nepal após os terremotos que arrasaram o país e mataram cerca de 9 mil pessoas em abril e maio, segundo anunciou a instituição financeira em um comunicado à imprensa nesta terça-feira (23).

    "Sujeito à aprovação do Conselho de Diretores Executivos do Banco, o financiamento será composto de US$ 200 milhões para a reconstrução de habitações em zonas rurais pobres e mais US$ 100 milhões para o orçamento do governo e para o fortalecimento do sistema bancário", afirma o comunicado. "Um adicional de US$ 100 a US$200 milhões serão redirecionados a partir de projetos do Banco Mundial existentes no Nepal e investidos nos esforços de reconstrução".

    Em 25 de abril, um terremoto de 7,8 graus de magnitude atingiu o Nepal e foi seguido por uma série de outros fortes tremores. Mais de 9.000 pessoas morreram e quase 20 mil ficaram feridos. Outro terremoto de 7,4 graus na escala Richter voltou a sacudir o país em 16 de maio, matando mais 36 pessoas e ferindo mais de 1.000.

    "O Grupo Banco Mundial está com o povo do Nepal em seu tempo de necessidade", disse o presidente da instituição internacional, Jim Yong Kim. "Estamos trabalhando com o Governo do Nepal e os seus parceiros internacionais para ajudar o país a obter os recursos necessários para melhor se reconstruir".

    O Nepal precisa de cerca de US$ 6,7 bilhões, ou um terço de sua economia, para se recuperar dos desastres naturais, de acordo com uma avaliação do Banco Mundial publicada em 16 de junho.

    Mais:

    Arrecadação da Cruz Vermelha para o Nepal segue até o fim do mês
    Médicos de instituto russo realizam 150 cirurgias no Nepal
    Helicóptero americano desaparece no Nepal com oito tripulantes
    Exclusiva: “O Banco BRICS não é Banco Mundial ou FMI; temos que mostrar a diferença”
    Tags:
    ajuda, terremoto, Banco Mundial, Jim Yong Kim, Nepal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik