17:10 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Kosovo

    EUA gastam US$ 215 mi em projeto de nova embaixada em Kosovo

    © Sputnik/ Natalya Grebenyuk
    Mundo
    URL curta
    0 713114

    O Departamento de Estado anunciou que os EUA colocaram em andamento um projeto de US$ 215,5 milhões para construir uma nova em baixada em Kosovo.

    Os Estados Unidos lançaram um projeto de US$ 215,5 milhões para construir uma nova embaixada em Kosovo, anunciou o Departamento de Estado em um comunicado nesta terça-feira.

    "Como um importante símbolo da amizade duradoura com a República de Kosovo, a embaixadora dos Estados Unidos em Kosovo, Tracey Ann Jacobson, deu início às obras hoje, em Pristina", diz o texto.

    A nova embaixada ficará localizada em um terreno de 12 acres no centro da capital, Pristina, e terá uma chancelaria, um edifício do Grupamento de Fuzileiros Navais e instalações adicionais que vão servir a comunidade da embaixada.

    "A maioria dos trabalhadores envolvidos na construção da nova embaixada serão locais", disse o comunicado. O projeto de US$ 215,5 milhões deve estar completo até o fim de 2017.

    A primeira instalação americana aberta em Kosovo foi o Escritório de Informações, no fim da década de 1990.

    "Foi um longo caminho desde então. Há 16 anos, nosso time trabalha duro para apoiar Kosovo, seu desenvolvimento democrático e seu crescimento econômico", disse Jacobson a convidados da cerimônia de início das obras.

    Em 1999, os Estados Unidos lideraram uma campanha militar de 78 dias chamada Operação Força Aliada contra Sérvia e Montenegro por causa de supostos abusos de direitos humanos em Kosovo. A campanha abriu caminho para a independência de Kosovo. A República de Kosovo declarou independência da Sérvia em 2008 e é reconhecida por 108 países-membros da ONU.

    A Rússia, entre outros muitos países, não reconhece Kosovo como estado independente. A Sérvia ainda considera a região como parte de seu território.

    Tags:
    construção, embaixada, ONU, EUA, Kosovo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik