02:34 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Jornalista Oles Buzina

    Moscou: Ocidente deve prestar atenção aos assassinatos políticos na Ucrânia

    © Foto:
    Mundo
    URL curta
    0 56371

    O Ocidente deve prestar atenção aos assassinatos políticos na Ucrânia em vez de fazer retórica das sanções contra a Rússia, disse o chefe do Comitê Internacional do Conselho da Federação da Rússia Konstantin Kosachev em conexão com a morte do jornalista da oposição Oles Buzina em Kiev.

    “Quantas mais vítimas o mundo precisa para perceber que na Ucrânia têm cometido seletivos assassinatos políticos?.. Ou os Estados Unidos e a Europa consideram tudo que está acontecendo na Ucrânia o motivo para reforçar as sanções contra a Rússia?” disse Kosachev aos jornalistas.

    Vladimir Putin foi informado sobre este assassinato durante a Linha Direta. “Enfrentamos uma verdadeira série de assassinatos na Ucrânia”, reagiu o presidente russo.

    Linha Direta com Vladimir Putin
    © Sputnik/ Aleksei Druzhinin
    “Na Ucrânia, que pretende ser um Estado democrático e busca o seu lugar na Europa democrática, não acontece nada parecido. Cadê os assassinos dessas pessoas? Eles simplesmente não existem. Não há executantes, não há clientes. E tanto na Europa, como na América do Norte não preferem notar isso”, disse Putin.

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, chamou o assassinato do jornalista de uma provocação feita para desestabilizar a situação no país. Ele exigiu que os órgãos de segurança publica encontrarem os responsáveis pelo crime logo que possível.

    A comissão da Câmara Pública russa de Diplomacia Pública e Apoio aos Compatriotas no Exterior apelou para a representante da OSCE para assuntos da liberdade de imprensa, Dunja Mijatovic, com um pedido para auxiliar a investigação transparente do assassinato.

    O jornalista ucraniano Oles Buzina foi assassinado em Kiev nesta quinta-feira. Buzina era famoso pelas suas posições políticas pró-russas e atitude crítica em relação ao movimento Maidan. A polícia de Kiev relatou que dois homens mascarados atiraram o jornalista perto de sua casa no centro da cidade. Foi aberto um processo criminal nos termos do artigo "homicídio doloso".

    Mais:

    Jornalista pró-russo é assassinado na Ucrânia
    Tags:
    assassinato, investigação, jornalistas, OSCE, Pyotr Poroshenko, Vladimir Putin, Kiev, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik