15:36 21 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Guarda vigia a fronteira entre o Quirguistão e o Uzbequistão

    Guarda de fronteira é preso no Quirguistão por apologia ao terrorismo

    © AFP 2017/ Viktor Drachev
    Mundo
    URL curta
    0 17135

    Um guarda de fronteira do Quirguistão foi detido nesta terça-feira sob acusações de apologia ao extremismo. Ele teria feito convocações à Jihad em sua página no Facebook.

    Em comunicado, a polícia declarou que as publicações do guarda na internet continham “indicações de extremismo” com o objetivo de “destruir o país”, de onde já saíram mais de 200 pessoas para se juntar aos terroristas do Estado Islâmico na Síria. As autoridades se recusaram a identificar o suspeito, mas informaram que ele tem entre 20 e 24 anos e trabalha na província de Jalal-Abad. 

    Em entrevista à AFP, o porta-voz do Ministério do Interior, Ernis Osmonbaev, disse que os atos do agente lançaram uma sombra sobre todas as estruturas da segurança nacional e que todas as medidas necessárias serão tomadas contra ele, de acordo com a legislação quirguiz. 

    Já uma funcionária do Ministério da Defesa explicou, por sua vez, que o suspeito detido não representa uma séria ameaça internacional. Segundo Gulmira Borubaeva, o guarda é apenas um rapaz que queria se mostrar para as meninas e chamar a atenção das pessoas. 

    Tags:
    fronteiras, extremismo, terrorismo, Facebook, AFP, Estado Islâmico, Gulmira Borubaeva, Ernis Osmonbaev, Jalal-Abad, Síria, Quirguistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik